Arquivo da tag: Big Brother

Big Brother, por que faz sucesso?

Um programa de televisão onde várias pessoas ficam confinadas em uma casa. Semana após semana, um é eliminado pelo telespectador. O último que ficar fatura R$ 1 milhão. Soma-se a isso uma excelente produção da Globo, ótimos efeitos sonoros e bastante interatividade. Está aí a fórmula de sucesso do BBB (Big Brother Brasil), programa que existe em vários países do mundo com outros nomes.

Criação de uma empresa holandesa, o programa é líder de audiência no Brasil desde a sua criação. Já se vão nove edições e, embora a audiência venha caindo, ainda lidera no seu horário de forma disparada. Além disso, o programa tem cifras de faturamento extraordinárias. Este ano, por exemplo, a projeção é de R$ 110 milhões.

Logotipo do programa que já está na nona edição

Logotipo do programa que já está na nona edição

Eu não gosto. Rejeito o programa e pouco o assisto, embora acabe sempre lendo algumas novidades na internet. Por incrível que pareça, as banalidades do BBB, as intrigas e o culto ao sexo sempre são as matérias mais lidas dos portais de notícias, como a Folha Online (edição online da Folha de S. Paulo).

É incrível a capacidade do ser humano para ver, verificar, conferir e comentar as intrigas de pessoas que nunca viu. Com uma ou duas semanas, os integrantes da casa passam a ser celebridade para quem assiste e, quanto mais tempo permanecem, mais famosos vão ficando, mesmo sem nunca ter feito nada de útil na vida. Na verdade, essas pessoas confinadas apenas repetem o que acontece no dia-a-dia das nossas casas, nossos empregos e nossas vidas. Os conflitos, claro, são intensificados pela ganância do ser humano, afinal quem não gostaria de ganhar R$ 1 milhão?

As pessoas, infelizmente a maioria, inclusive universitários, profissionais com alta formação, sabem muito mais do “super educativo programa BBB” do que da grave crise econômica e financeira que afeta o mundo. Um absurdo, mas talvez um absurdo que retrate o quanto o ser humano gosta de intrigas.

Alias, nesse momento, também estou contribuindo para isso, escrevendo sobre esse tão “estimado programa”.

Abraços,
Daniel Machado

2 Comentários

Arquivado em Geral, Mídia